TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM - Fonte: DSM-IV-TR

VOLTAR


Os transtornos da aprendizagem são diagnosticados quando os resultados alcançados em testes padronizados para avaliação da leitura, matemática ou expressão escrita estão substancialmente abaixo do esperado para sua idade, escolarização e nível de inteligência.

Existem 3 tipos de Transtorno de Aprendizagem: Transtorno da Leitura, da Matemática e da Expressão Escrita.

A característica essencial do Transtorno da Leitura consiste em um rendimento da leitura (isto é, correção, velocidade ou compreensão da leitura, medidas por testes padronizados administrados individualmente) substancialmente inferior ao esperado para a idade cronológica e escolaridade do indivíduo. Em indivíduos com Transtorno da Leitura (também chamado "dislexia"), a leitura oral caracteriza-se por distorções, substituições ou omissões; tanto a leitura em voz alta quanto a silenciosa caracterizam-se por lentidão e erros na compreensão.

A característica essencial do Transtorno da Matemática consiste em uma incapacidade para a realização de operações aritméticas (medida por testes padronizados). O sujeito alcança resultados abaixo do esperado para a idade cronológica e escolaridade do indivíduo. Diferentes habilidades podem estar prejudicadas, como as habilidades "lingüísticas" (compreender ou nomear termos, operações ou conceitos matemáticos e transpor problemas escritos em símbolos matemáticos), habilidades "perceptuais" (reconhecer ou ler símbolos numéricos ou aritméticos e agrupar objetos em conjuntos), habilidades de "atenção" (copiar corretamente números ou cifras, lembrar de somar os números "levados" e observar sinais de operações) e habilidades "matemáticas" (seguir seqüências de etapas matemáticas, contar objetos e aprender tabuadas de multiplicação).

A característica diagnóstica essencial do Transtorno da Expressão Escrita consiste na incapacidade de escrever corretamente frases e palavras isoladas (medidas por testes padronizados). Os resultados em testes revelam níveis abaixo do esperado para a idade cronológica e a escolaridade apropriada à idade do indivíduo.